sexta-feira, 31 de outubro de 2008

VW - O erro de previsão dos 'shorters'



É a acção da semana, como se escreve hoje no Negócios.
Em duas sessões as acções da VW foram multiplicadas por mais de quatro, passando de pouco mais de 200 euros para mais de 900. Chegou a ser negociada a 1.005,01 euros.
A loucura tem origem na comunicação da Porsche: anunciou no domingo passado que detinha mais de 74,1% da empresa.
Como antes disso as perspectivas eram de queda do título (afinal todo o sector automóvel esta em queda) - grande parte dos investidores estavam posicionados para a desvalorização e não para a subida. Ou seja, o título estava muito "shortado" - investidores tinham pedido acções emprestadas, tinham-nas vendido e estavam a comprar na baixa para devolver os títulos.
Repentinamente viram que iam perder dinheiro. Com a posição que a Porsche já detinha, sobrava 5,8% do capital no mercado para ser transaccionado livremente. De repente os títulos da VW transformaram-se num bem escasso: todos em busca de acções para satisfazer os compromissos. Os fundos de alto risco - hedge funds - foram os mais castigados. Estimam-se perdas de 30 mil milhões de euros.
Por aqui a história.

6 comentários:

commonsense disse...

Os short sellers foram à lã e vieram tosquiados. Deus não dorme!

Anónimo disse...

Por acaso eu apostei no vermelho.

Anónimo disse...

"Hedge funds" - Pum.
"CDS" - Pum.
"Sistema financeiro" - Pum.
"Estados" - Pum.
"Certificados de Aforro" - Pum.

Pum.Pum.Pum.

Anónimo disse...

Anúncios de golpes de estado...

Alguém viu o Presidente da Républica ou o Primeiro-ministro por ai???????????????

Anónimo disse...

Segundo parece, o erro não foi dos hedge funds, o erro foi, sim, da regulação financeira alemã, a qual permitiu que a Porsche adquirisse direitos sobre as ações da VW sem que isso tivesse sido imediatamete comunicado ao mercado.

Ou seja, trata-se essencialmente de uma "originalidade" da lei alemã. A Porsche comprou, no passado, através de produtos derivados, direitos sobre as ações da VW, e ninguém sabia nada desse facto. Quando agora o presidente da Porsche resolveu revelá-lo, naturalmente que houve uma revolução no mercado das ações da VW.

Luís Lavoura

Anónimo disse...

A menina cada vez está mais socialista.