terça-feira, 25 de novembro de 2008

Instintos autofágicos

Pela manhã no trânsito a ouvir as análises à intervenção do Presidente da República no quadro do caso BPN e à entrevista do governador do Banco de Portugal à RTP1...

Ouvir vezes sem conta... "Isto só em Portugal"...
Será possível que alguém informado acredite
»que casos BPN em que as autoridades detectam tarde as fraudes
»que ligações de altas figuras do Estado com responsáveis de empresas sob suspeita,
.... Só existem em Portugal?

Numa rápida busca online é possível encontrar alguns casos menos recentes:
  • O caso BCCI no Reino Unido - fraude não detectada e realizada por várias pessoas

With the benefit of years of investigations it now appears that
BCCI’s financial statements were falsified ever since the bank was founded in 1972
(Basel Committee, 2004, p. 49). That this escaped detection for
nearly twenty years shows how effectively the complex international corporate
structure it devised
shielded it from scrutiny by external accountants,
supervisors or regulators
.

E ainda aqui o relatório do senado dos EUA sobre o assunto - vale a pena ver a relação como Kissinger

  • O caso Barings - também no Reino Unido, a fraude de uma só pessoa

While losses at BCCI cumulated gradually over a number of years, the fatal losses at Barings occurred over a few weeks because they were attributable to highly leveraged bets in futures markets.

2 comentários:

miguel carvalho disse...

Como diria o Sérgio Godinho,

só neste país é que se diz "só neste país"

Anónimo disse...

Cara Helena:
Tenho sentido em si uma mal disfarçada tentativa de branquear o desnorte que reina à volta do PSD(dentro do que é possível fazer, dado o estado do lameiral).
Não interessa grande coisa que haja, ou não, ladrões noutros lados.
Aqui neste minúsculo rectângulo é que já os temos em excesso e de todas as cores.
É nisto que nos devemos centrar.