sexta-feira, 12 de junho de 2009

Cristiano Ronaldo: Irracional e imoral

A transferência de Ronaldo para o Real Madrid não é apenas irracional. É imoral.

E é lamentável assistir à histeria colectiva de contentamento com os valores envolvidos.
É verdade que só há um Ronaldo. Mas o valor que acrescenta ao Real Madrid não pode ser equivalente.

Numa altura em que se criticam os salários de tanta gente aceitar uma transferência destas com entusiasmo não tem explicação.

7 comentários:

Anónimo disse...

Se a coisa estourar, até o futebol entra nos eixos.

Já andamos mais longe...

Anónimo disse...

[...]Mas o valor que acrescenta ao Real Madrid não pode ser equivalente.[...]

Como se pode calcular o valor que acrescenta?

Guilherme Gomes e Sousa disse...

O papa Bento 16 disse nesta quarta-feira no Vaticano que o futebol tem um papel crucial para ensinar lições de vida aos jovens. (http://www.estadao.com.br/noticias/geral,papa-diz-que-futebol-pode-ensinar-licoes-de-vida-a-jovens,106753,0.htm)

Não não pensem que era a este futebol interesseiro e avarento que o Papa se referia mas sim ao futebol desinteressado e saudavel que o meu Salgueiros jogava. É uma vergonha que os clubes ricos fiquem com tudo. O dinheiro das transferências havia de ser distribuido pelos clubes mais fracos e também por obras de solidariedade social e de intervenção tanto na area da saude como da sociedade.

Além do mais os jogadores têm vidas indignas. Vejam esse Ronaldo que ontem andava com uma e hoje já anda com outra. Que exemplo dá ele aos nossos jovens? E que exemplos dão as televisões que transmitem a podridão em que ele anda? Parem com a vergonha já.

José Neto disse...

O Cristiano Ronaldo é um excelente exemplo de situação que escapa à RACIONALIDADE ECONÓMICA admitida nos manuais. Quanto à IMORALIDADE, o aspecto não foi sentido pela generalidade da população porque se trata de uma aposta de um clube privado que realizou um esforço de investimento – o Real Madrid – correndo sérios riscos de agravar o seu endividamento, mas isso será problema deles…. A IMORALIDADE que preocupa as pessoas é dos políticos que não dominam o “monstro” porque se governam a si em vez de Governar o país.

GuilhermeGS: O Cristiano também tem uma faceta Robin dos Bosques: Ele acha que quanto maior for o número de mulheres que saírem consigo, tanto melhor distribuído ficará o seu dinheiro! É a sua MORAL REDISTRIBUTIVA ;)

Nuno Vieira disse...

Sinceramente existe opiniões emm que devo manifestar-me e esta é uma delas...por mais que goste de assistir futebol e por mais que admira o profissionalismo dos nossos portugueses por esse mundo fora acho incapaz de compactuar com este tipo de investimentos quando todos os dias vemos empresas a fechar e cada vez mais desempregados e ja nem falo da Africa e pessoas a ganhar assim...e nao me venham com histórias de ser solidário. Quando se arrebenta com um ferarri dao-lhe outro enquanto eu ando com um R5 e espero nao me arrembentar.
Em suma, parece que hoje o dinheiro passou de onças de ouro a moeda e neste momento nao passa de "efeitos reverse" o que ao fim ao cabo vao parar sempre aos mesmos e sem fazer nada continuam a ter ordenados a horas e quem lhes queira dar mais e sem produzir nada para a evoluçao mundial.
Defendo grandes salarios mas para isso tem de gerar grandes receitas e estes valores sao demasiado elevados e com elevados riscos...LEMBRAM-SE COMO COMEÇOU A ACTUAL CRISE FINANCEIRA???
Abraço aos seguidores deste bom site e agradecimento a Dr.Helena Guerrido pelo bom trabalho nao so aqui mas tb no jornal

Anónimo disse...

venho aqui só para deixar o meu pequeno comentário a este artigo, são só três letras: lol

Edgar V disse...

O que é que o Cristiano Ronaldo fez de positivo para o nosso mundo assim como outros futebolistas para ganharem ou valerem tanto dinheiro?
Descobriram a cura para o cancro?
Inventaram uma nova fonte de energia?
Salvam vidas ou arriscam a vida diariamente?
Dão algum contributo positivo para a sociedade?

Não!!!O que eles fazem para ganhar muito dinheiro é o que muitos fazem de graça como passatempo!
Qualquer profissão na nossa sociedade, e quando falo de profissão não me refiro a passatempos!Refiro-me aos Pedreiros, Policias, Médicos , etc, estes sim é que dão algum contributo á sociedade e mereciam ganhar mais dinheiro!

Agora esta politica de pão e circo que os politicos adoptaram tem de acabar!
E mesmo assim no Império Romano os gladiadores lutavam ate á morte e não ganhavam dinhero!
E não se pagavam bilhetes para se assistir aos combates e ainda atiravam pão ao povo!
Ou seja por mais desumanos que os Imperadores Romanos fossem, conseguiam ser mais humanos que os nossos ditos governantes!