quarta-feira, 11 de fevereiro de 2009

Ouvir atentamente Alexandre Soares dos Santos

Chegou a altura de dizer basta, de nos organizarmos porque a iniciativa privada em Portugal não tem ninguém que a represente minimamente. Existem umas tantas confederações que não são mais que emprego certo para umas tantas pessoas. Não falam por nós, estão ligadas ao poder e só nos prejudicam. Temos que ser uma voz activa independente”,

Enfrentamos uma crise social enorme que está a ser ainda pior devido à acção dos políticos. Ainda no outro dia ouvi um político na televisão a falar do capital como uns malandros que tudo estragam e nada estão a fazer. Esquecem-se que 25 de Abril houve um, não dois. A iniciativa privada não tem que aturar isto e, se assim for, passem muito bem que nós temos para onde ir.”

9 comentários:

João Pinto e Castro disse...

Uma intervenção infeliz, diria eu, sobretudo porque não ajuda nada a imagem da iniciativa privada em geral e do grupo JM em particular.

Yuppie Boy disse...

As paavras são duras mas há muita verdade nelas. O caso do empresário farmaceutico que fechou a empresa só por não querer laborar em Portugal, apesar dos contornos mais atipicos do caso, pode bem disto ser um exemplo.

Helena Garrido disse...

A questão não será: Porque é que um empresário com o nível de Alexandre Soares dos Santos faz afirmações tão violentas?
Helena Garrido

Anónimo disse...

Isto não passa de um clássico.
O governo, por vezes, faz de polícia bom e outras vezes de polícia mau.
Agora está na fase do "povo unido", mas tudo isto é uma farsa.
Toda a gente sabe que é assim, de maneira que até dá jeito que apareçam umas virgens arrependidas para dar mais realismo à estória.
Agarrem-me, senão eu vou-me embora...
Esta comédia dá-me vontade de rir.
Não brinquem com os pobrezinhos, que um dia eles podem acordar com a mosca...

Anónimo disse...

O povo cretinamente bovino continua a ver telenovelas,concursos e futebol.
O país pode estar enterrado na corrupção até ao pescoço, políticos do poder local e central podem fazer o que bem entenderem, que a malta não reage.
Qualquer dia,estamos outra vez em ditadura e ninguém vê grande mal nisso.
Esta gente desabituou-se de pensar.
Quando virem alguém( mas quem???) a apontar para o céu, vão se pôr a olhar para a ponta do seu dedo.
Vamos longe...

Anónimo disse...

"Cicciolina no Porto para apadrinhar Salão Erótico"

Notícia em destaque na edição on-line do mais conceituado jornal diário português.

Anónimo disse...

Dias Loureiro, where are you?????

Anónimo disse...

"Shares in Lloyds Banking Group, which is 43% owned by the taxpayer, closed down 32.5% after the surprise announcement."


http://news.bbc.co.uk/1/hi/uk_politics/7890138.stm

Carlos Santos disse...

E quando deixarmos de contar? A viagem de Hillary é um primeiro passo.
http://ovalordasideias.blogspot.com/2009/02/o-eixo-estrategico-do-extremo-oriente-e.html